5 formas de contribuir com a plataforma WordPress

Nesse post vou comentar 5 formas de contribuir com a plataforma WordPress, post é baseado num vídeo que lancei recentemente que aborda um pouco o assunto e web story que postei essa semana.

A ponte entre a comunidade WordPress e os Usuários

Recentemente lancei um vídeo, no meu canal falando sobre as opções de ter suporte gratuito com a plataforma WordPress, trabalhando com o plugin de AMP, vejo que muita gente busca informação no Facebook, canais do YouTube ou até no Instagram, mas não sabe eles que existem um canal oficial para tirar dúvidas e muitos casos com as pessoas que criam a ferramenta em si.

Exemplo do Brasil a comunidade do Facebook tomou uma proporção tão grande que virou quase o canal de comunicação oficial da plataforma. Por isso fiquei a perguntar-me porque os usuários “não gostam” do fórum oficial.

No caso do Brasil pode ser uma questão de infraestrutura, usuários tem acesso à internet boa parte possui apenas conexão via celular e a interface do Facebook pode ser melhor que o fórum. Ou uma questão cultural.

Muitas vezes falando com usuários no face ou Youtube, falo que eles podem ter suporte gratuito no fórum oficial, mas a conversa nunca continua, isso mostra que a comunidade WordPress precisa fechar esse gap entre a comunidade e usuários.

Cinco para o Futuro(Five for the future)

O sucesso da plataforma WordPress hoje presente em 42% da web é por conta da comunidade que apoia o projeto, durante anos e anos. Mas até o próprio criador da plataforma WordPress, sabe que é necessário mais, para ter uma plataforma sustentável.

Por isso o projeto foi criado em 2014, para incentivar empresas e profissionais que tem receita com a plataforma WordPress, dedicarem 5% do seu tempo(recursos) para contribuir para o WordPress, isso é um percentual segundo ele manterá a plataforma sustentável durante anos.

Qualquer um pode contribuir com a iniciativa, para saber mais confira a página do projeto.

Como contribuir com a plataforma WordPress?

Muitas vezes quando eu comentava com os meus colegas que eu contribuía com projeto Open Source, passava o meu final de semana organizando um WordCamp ou que fazia tradução de plugins eles nunca entendiam porque eu fazia isso.

Particularmente muito do meu crescimento profissional veio da contribuição com a plataforma, conversando com profissionais, pessoas de diferentes áreas, testando plugins e revisando temas é autoinvestimento.

Mesmo você que está começando com a platarforma, contribuir com a plataforma pode ser um primeiro passo para seguir as melhores práticas. Essa são as vantagens do WordPress, os criadores estão super acessíveis no canal do slack, para mais info confira o guia para contribuir com a plataforma WordPress.

E o resultado dessas conexões e práticas, traz um conhecimento adquirido que você não vai achar num curso de PHP. Complementando a minha lista que eu compartilho a seguir, no ano passado o pessoal do Estúdio Haste fez um post com algumas dicas que vale a pena conferir.

Mas agora chegou a hora de listar 5 formas que você pode contribuir com o WordPress, mas você sabe como contribuir com o projeto.

1- Tradução

WordPress está presente 42% da web, mas nem todos os países têm inglês como idioma predominante. Estudos apontam que entre 5% a 7% da população brasileira fala inglês no Brasil. Traduzir plugins e temas é uma tarefa simples se você domina o inglês e pode ajudar milhares de usuários no Brasil.

Página do time de tradução do Brasil

Para saber mais confira a página sobre traduções do WordPress org Brasil.

2 – Documentação 

WordPress é um projeto Open Source, qualquer pessoa pode ajudar a documentar o projeto assim ajudando desenvolvedores e usuários ao redor do mundo. Achou um texto desatualizado, ou uma função sem referência na documentação só conferir a página do time de documentação do WordPress.

Página da documentação do WordPress

3 – Testando novos recursos

WordPress possui um canal do Slack oficial onde você irá encontrar diversos grupos de discussão e muitos desses grupos são de testes, funcionalidades como full site editing tem um canal dedicado para teste. É uma oportunidade para contribuir com o projeto e ficar atualizado sobre os novos recursos da plataforma.

4 – Reportando bugs 

Apenas “reclamar no Twitter” não ajuda caso encontre um bug, vejo muitos amigos se vangloriando que acharam um bug no WordPress, mas nunca param para reportar o erro. Só reclamar não vai ajudar a plataforma, então reporte nas ferramentas oficiais, assim os times envolvidos no desenvolvimento da plataforma irão tratar o erro e você estará fazendo a diferença.

Página de notificação de bugs do WordPress

Com plugins a maioria dos projetos possui um repositório no github onde você pode reportar bugs, geralmente você irá encontrar o endereço na página do plugin.

5 – Compartilhe aquele review com carinho

Muitas vezes utilizamos uma plataforma, criamos uma renda extra utilizando um plugin, mas nunca deixamos um review ou feedback, lembre que existem vários profissionais trabalhando full-time naquele plugin resolvendo bugs e pensando em novas features, se você está feliz com o plugin ou acha que tem algo que precisa ser melhorado compartilhe na página do plugin.

O seu review é uma forma de contribuição, ele pode ser o canal de comunicação entre os desenvolvedores e usuários. Então sempre comente e der feedback sobre os plugins que você utiliza

Se você tem um problema com plugin ou tema, use antes o fórum para resolver o seu problema, isso é um ponto muito comum antes de tentarem resolver os seus problemas, usuários despejam um review negativo. Se algo deu errado respire fundo e abra um tópico no fórum de suporte, pois acredito que terá alguém te esperando para ajudar.

publicado
Categorizado como Geral

Por Fellyph Cintra

Fellyph Cintra é um Google Developer Expert focado em tecnologias web, com participação ativa na comunidade WordPress. Com mais de 14 anos de experiência no mercado, Fellyph já palestrou em mais de 30 eventos ao redor do Brasil e Europa, sempre abordando as boas práticas de desenvolvimento na web.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.