Categorias
WordPress

Monitorando seu site com Site Kit by Google

O Site Kit é o plugin oficial do Google para monitoramento de sites WordPress, o plugin agrupa as principais ferramentas de monitoramento do Google, como:

  • Google Search Console – relatórios sobre como sua aplicação se comporta na busca
  • Google Analytics – relatórios de como o usuário navega pelo seu site
  • Google Tag manager – Permite adição de tags de monitoramento sem a adição de código
  • AdSense – Relatórios sobre os ganhos com anúncios do Google
  • PageSpeed Insights – Veja como sua aplicação se comporta referente a desempenho
  • Optimize – Ferramentas para teste A/B

O plugin conecta com todas essas ferramentas, mas não polui a interface do painel do WordPress. Com o Site kit podemos listar algumas Vantagens:

  • Ele trás uma interface com informações simplificadas dos seus relatórios caso queira ter um relatório mais completo você é direcionado para as ferramentas específicas.
  • O plugin que você consegue centralizar essas informações em um único painel.
  • Também disponibiliza métricas por postagem.
  • As permissões podem ser disponibilizada por ferramentas
  • O plugin é inteiramente grátis
Relatórios por página

Instalação em 3 passos

Site Kit Wizard

Para instalar o plugin você precisará de acesso para a conta que administra as contas dos serviços o qual você deseja vincular. E os passos serão os seguintes:

  • Verificar se você é proprietário da aplicação
  • Permitir acesso ao Google aos dados do domínio relacionado
  • Configurar a ferramenta desejada

Um ano utilizando o plugin

No ano passado tomei conhecimento do plugin visitando o WordCamp Europe em Berlin, na ocasião vi que o plugin estava em beta e comecei a testar-lo desde então. De um ano pra cá vi a sua evolução nos primeiros meses após o lançamento. Na fase inicial alguns problemas foram encontrados devido ao teste em massa realizado pela comunidade. Agora vou falar um pouco sobre minha experiência particular com o Site Kit.

Utilizei por anos o MonsterInsights plugin que trazia bastante informação era um plugin bem completo mas acabava comprometendo o desempenho do painel do WordPress. Depois de uma tempo utilizando o Site Kit não senti mais falta da quantidade de gráficos e informações que o MonsterInsights disponibilizava. A solução pelo Site Kit de redirecionar os relatórios completos para as ferramentas específicas.

Outro detalhe importante com o Site Kit habilitei apenas os serviços do meu interesse. No caso Search console, PageSpeed Insights e Google Analytics. Então tenho um painel customizado sem a necessidade de carregar scripts desnecessários.

Por fim a integração com outros plugins do Google, como por exemplo o plugin de AMP para WordPress do Google eu não tenho interferência na validação das minhas páginas.

Limitações do plugin

Algo já de conhecimento do time do Google são algumas limitações na ativação ou na utilização do plugin.

Browsers

  • Opera: Para ativar o Site Kit com o Opera desative temporariamente a funcionalidade de Ad Blocker.
  • Firefox e Chrome: Se o seu site seguro (HTTPS) fizer uso de recursos HTTP, ele poderá ser classificado como conteúdo misto enquanto estiver usando o navegador Chrome ou Firefox.

Plugins WordPress

Plugins de cache (WP Super Cache, Breeze, Autoptimize): desative temporariamente os plugins de cache enquanto estiver configurando o Site Kit.

Monster Insights: desative temporariamente o Monster Insights enquanto estiver realizando a configuração do módulo do Google Analytics.

Updraft Plus: Desative a opção de armazenamento de backup do Google Drive durante a configuração do Site Kit ou desative o Updraft Plus durante a instalação do Site Kit.

WordPress Multisite

Atualmente o Site Kit não dá suporte a versão multisite do WordPress. Se você deseja utilizar em uma aplicação multisite realize a ativação de forma individual. O suporte para cobertura de toda a aplicação multisite está sendo desenvolvida para versões futuras mas sem previsão de Release.

Conclusão

Apesar das limitações existentes e períodos de instabilidade nas primeiras versões. Após um ano minha experiência com o plugin é satisfatória, apesar do contratempo das primeiras versões a integração de todos os serviços de monitoramento um um lugar só e sem ser de forma poluída ajuda bastante, lembrado que todas as funcionalidades são de graça.

Caso tenha alguma dúvida sobre o plugin deixe um comentário e para ler mais sobre WordPress acesse a página da categoria.

Categorias
AMP Accelerated mobile pages

Adicionando Analytics em páginas AMP

Accelerated Mobile Pages (AMP) é uma plataforma usada para construir conteúdo estático de forma rápida. AMP possui o componente que permite mensurar as interações do usuário com Google Analytics em páginas AMP.

Configuração básica

Para criar uma instalação básica do Google Analytics em uma página AMP, copie e cole o código base a seguir e substitua <GA_MEASUREMENT_ID> pela a propriedade ID do seu Google Analytics.

<script async custom-element="amp-analytics" src="https://cdn.ampproject.org/v0/amp-analytics-0.1.js"></script> <amp-analytics type="gtag" data-credentials="include"> <script type="application/json"> { "vars" : { "gtag_id": "<GA_MEASUREMENT_ID>", "config" : { "<GA_MEASUREMENT_ID>": { "groups": "default" } } } } </script> </amp-analytics>

Como funciona Google Analytics em páginas AMP?

O componente <amp-analytics> é um extended component para habilita-lo precisamos carregar o script responsável para carregar o componente:

<script async custom-element="amp-analytics" src="https://cdn.ampproject.org/v0/amp-analytics-0.1.js"></script>

Depois de incluir o script precisamos configurar nosso componente amp-analytics, primeiro atributo é o type, define qual o tipo de tracking iremos trabalhar nesse caso vamos utilizar o “gtag” mas o componente aceita uma lista extensa de ferramentas de tracking:

O segundo atributo é o data-credentials ele ativa a capacidade de leitura de cookies em uma solicitação específica por meio de um atributo config.

AMP não permite JavaScript fora de seu controle ou por bibliotecas não aprovadas; portanto a configuração das ferramentas de monitoramento precisa ser realizadas através de um JSON. No caso do Google Analytics dentro do nosso JSON precisamos de uma propriedade gtag_id(o id do nosso Google Analytics) válida e as configurações para definir como iremos realizar o monitoramento definido pelo atributo config

Tráfego AMP vs. Tráfego não-AMP

O tráfego AMP utiliza IDs de clientes diferentes daquele para o tráfego da Web por padrão. As páginas AMP são carregadas mais rapidamente e mostram padrões de tráfego diferentes dos correspondentes de uma página web padrão, o que geralmente significa que você irá obter métricas diferentes entre páginas AMP e não-AMP.

O uso de uma propriedade separada pode ajudar a medir o tráfego AMP com uma melhor análise das métricas. Se vc precisar usar uma única propriedade para medir o tráfTego AMP e ano AMP, use uma dimensão de fonte de dados ou uma dimensão personalizada para distingui-los.

Por padrão, o Google Analytics envia o valor “AMP” pela dimensão da fonte de dados. Use esse valor para segmentar, filtrar ou analisar o conteúdo AMP versus o conteúdo não-AMP.

Assim conseguimos adicionar Google Analytics em páginas AMP. Para ver mais conteúdo sobre AMP acesse a página da categoria ou deixe um comentário.