Flash Camp Rio 2010

O meu FlashCamp Rio começou na sexta dia 12 de novembro as 23:40, quando entrei no ônibus que ia direto para o Rio de Janeiro. Sinceramente eu não daqueles que consegue dormi em ônibus acordei varias vezes durante a madrugada, quando foi as 6:30 do sábado, o céu do Rio de janeiro estava meio cinzento lembrava São Paulo. A rodoviária lotada por ser um final de semana de feriadão. Aquele empurra-empurra uma galera como eu com a cara amaçada descia dos ônibus, com aquela cara de alívio. Logo quando terminei de tomar meu café  liguei direto para o Filipe Cunha(@_lipao_). E a conversa foi a seguinte:

Eu: “Lipão cheguei no Rio”

@_lipao_ : “Blz velho passo ai na rodoviária pra te pegar, te dou uma carona até a ESPM”

Eu: “Valeu velho, conseguisse dormi de ontem pra hoje?”

@_lipão_ : “Não dormi nada de ontem pra hoje estou virado.”

Logo vi que tinha alguém em um estado pior que eu, depois da rodoviária pegamos o Jay Moretti que também não estava com uma cara não muito boa. Chegamos na ESPM de 7:30, depois foi aquela correria básica. Passar as últimas informações para o pessoal da produção, imprimir as orientações que ficariam espalhadas pela ESPM.

As 08:00 começou a chegar os primeiros participantes, logo comecei a ver algumas figuras que você só conhecia pela net e por nome. Olhar pra um cara no elevador e pensar “esse cara é o Pedro Taranto”. 08:30 foi servido o coffee que por sinal estava muito bom.  No meio de figuras antigas do Flash e novatos o auditório começando a ser preenchido.

Por volta das 9 horas começou o FlashCamp Rio, mostraram alguns vídeos de uma galera que não pode comparecer mas deu um alô pra quem estava no evento o primeiro foi o Demian Borba , depois veio o Zeh Fernando e por fim o Colin Moock. A abertura já dava sinal como ia ser o evento. Estava muito ansioso por participar com um pequena contribuição na produção do evento.

Filipe Cunha e Jay Moretti deram suas palavras na abertura. O Primeiro palestrante foi o Igor Costa sempre com seu sotaque pesado nunca escondendo as suas raizes, sempre palestrando com um bom humor e sem meias palavras como um bom nordestino.
Falou sobre o Flex hero, suas novas features, o novo foco mobile da plataforma e novos componentes voltados para interfaces com suporte a gestos e toques. Continuou Falando sobre o novo mercado que a adobe visa, o de TV digital e por fim mostrou como desenvolver uma aplicação para mobile utilizando o no Flash Builder apelidado de “burrito”, exportando a aplicação direto no mobile.

Depois de terminar a palestra do Igor, começou a minha dor de cabeça em ter que dividir, entre o workshop de Joshua Davis e as palestras da galera da Influx e Lee Brimelow. Por ter acompanhado a gravação do Lee feita nas cidades anteriores do Flash Latin Tour eu fiquei mais tempo no workshop do Joshua e digo a vocês que realmente valeu a pena.

Quando entrei na sala me deparei com aquela figura, um quarentão todo tatuado, nos primeiro 5 minutos de workshop escutei uns 10 palavrões, um inglês bem jogado, pensei “que louco é esse ?” depois de mais alguns minutos ele prendeu totalmente a atenção minha e de toda a sal, apesar do seu jeito louco um cara super didático ele conseguia ensinar actionScript a uma criança de 5 anos.

A parti dai ele começou a desmontar seu framework o hype item-a-item eu já tinha olhado antes o hype e tinha classes que eu já conhecia e falava poxa legal, mas algo simples como o Gridlayout ele conseguia tirar algo fantástico e arrancar suspiros os participantes.  No meio do workshop dei um pulo na palestra do lee que falava sobre a crescente do mercado mobile e a força que o android ia começando a ganhar. Mostrou alguns dados sobre o mercado, infelizmente eu vou esperar pela a gravação para ver mais sobre a palestra do Lee.

A palestra do Lee foi a ultima da manhã, sai num almoço rápido com a galera. Quando volto do almoço o Joshua estava ainda na sala ele não tinha saído para almoçar, estava  escutando um punk nas alturas. A figura esperava seus alunos para a segunda parte do workshop. No meio do intervalo o Enrrique Duvos chegou com sua tablet samsung dando uma palhinha de como ia ser sua palestra. Jay brincou um pouco com alguns jogos feitos em flash para o dispositivo.

Na segunda parte o Joshua começou falando da Classe DephShuffle utilizada para randomizar os níveis dos elementos no palco, depois  disso a segunda parte começou a ter um foco maior na parte de imagens, mostrando alguns recursos que trabalham com a classe Bitmap para otimizar o desempenho de duas animações, mostrou como utilizar o framework para salvar uma imagem em alta. Por fim mostrou a classe de som, meio que seguindo os exemplos em seu site e falou sobre sua nova versão que está por vir do hype, com suporte a 3D e a gestos. E o framework okapi que trabalha com HTML5.

A última palestra do dia foi com Enrrique Duvos que falou sobre as novidades apresentadas no Adobe MAX 2010, focou sua palestra em HTML5 e publicações digitais. Mostrou as pesquisas que estão sendo feitas como o webkit as ferramentas que estão sendo desenvolvidas para dar uma olhada segue o link :

browserlab.adobe.com

Uma frase muito legal do Enrrique  durante a palestra foi : “Não vamos sentar e dizer que nós temos o melhor player do mercado, temos que sempre estar em constante melhoria”. Depois mostrou as features do Flash player e de longe as melhores é a aceleração de GPU e a nova api 3D mollhill explicou que a API não vai ser concorrente de papervision e nem alternativa3D, mas sim trabalhar junto para melhorar a experiência do usuário. Sem sombra de dúvida mostrou que o flash vai focar em games em sua próxima versão.

Depois frisou a preocupação de desenvolver aplicações multi-telas onde um game ou uma aplicação pode rodar bem sem comprometer a experiência do usuário, em um mobile, ou em um tablet e por fim em um PC “claro”.

E assim foi o primeiro dia do evento, que terminou com um mesa redonda com os participantes do primeiro dia. O segundo dia prometia onde só tinha brasuca fera.

Participe da discussão

2 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *