Categorias
Eventos Web WordPress

Palestra – WordPress: Mais que um blog

Quer conhecer um pouco sobre WordPress? Amanhã dia 11 de janeiro estarei palestrando sobre WordPress ma drc treinamentos. Mostrando seu ambiente e algumas questões básicas mostrando que o wordpress não se resume apenas ao formato de blog.

A apresentação está organizada da seguinte forma:

– Ambiente necessário para se trabalhar com WordPress
– Novidades da versão 3.3
– Estrutura padrão do wordpress
– Cases de até onde podemos ir com o WordPress

Data: 11/01/2012
Horário: 19:30 às 21:00
Local: Rua Joaquim Floriano, 733, 8.º Andar – Itaim Bibi – São Paulo

Mais informações

Categorias
Tutoriais Web WordPress

Personalizando o resumo(the_excerpt) do WordPress

Um dos recursos que o WordPress oferece na leitura do conteúdo do post é a função de resumo(the_excerpt()), No painel editar post existe um campo chamado resumo.

Mas nas versões 3.1 ou superiores do WordPress esta função ficou oculta. Para exibir esta opção vá em opções de tela no canto superior direito dentro do painel de posts, como na imagem abaixo:

Fazendo isso um campo de resumo aparecerá em sua página de edição de post:

Cadastrando essa informação, se você quer exibi-lá é só utilizar a função the_excerpt() dentro de seu loop.

Se o campo resumo não for definido, o WordPress criará um resumo automaticamente através do que foi postado no conteúdo principal de seu post. Por padrão esse resumo automático possui 55 caracteres, para alterar essa quantidade de palavras temos que adicionar um função no arquivo functions.php em seu tema.

O functions.php resumindo em meias palavras é o arquivo que define algumas funções extras do seu tema, além de criar menus, shortcodes e adicionar filtros para conteúdo como vamos fazer agora. Então, utilizando a função add_filter ela ajuda a modificar a saída de algumas informações no WordPress.

Para editar o tamanho do resumo adicionamos o seguinte código no functions.php:

function novo_tamanho_do_resumo($length) { return 30; } add_filter('excerpt_length', 'novo_tamanho_do_resumo');

No código acima modificamos o tamanho do resumo de 55(valor padrão) para 30 caracteres.

Quando não cadastramos nada no campo resumo, o WordPress resgata parte do conteúdo do post e adiciona no final do resumo […] para sinalizar que o possui mais texto naquele conteúdo. Para modificar essa sinalização também dentro do functions.php adicionamos o seguinte filtro:

Para versões 2.9 ou superiores

function new_excerpt_more($more) { return '...'; } add_filter('excerpt_more', 'new_excerpt_more');

Para versão 2.8.x e anteriores

function new_excerpt_more($excerpt) { return str_replace('[...]', '...', $excerpt); } add_filter('wp_trim_excerpt', 'new_excerpt_more');

Nesse caso temos uma mudança de código entre versões antes e depois da 2.9,mas nos dois momentos trocamos o ‘[…]’ por ‘…’.

Além dessa possibilidade também temos uma segunda opção adicionar um link ao final so resumo, trocar o ‘[…]’ por um link leia mais o código ficaria da seguinte forma:

function add_resumo_com_link($more) { global $post; return '<a href="'. get_permalink($post->ID) . '">Leia mais +</a>'; } add_filter('excerpt_more', 'add_resumo_com_link');
Categorias
WordPress

Como definir a largura máxima das imagens em seu tema WordPress

Existem duas maneiras para especificar o tamanho máximo das imagens utilizadas dentro dos posts. Uma via painel do WordPress e a outra forma via functions.php.

Via painel só acessar o menu > configurações > mídia :

No painel de mídia temos a opção de escolher o tamanho dos thumbs, tamanho médio e o tamanho máximo das imagens.

A segunda forma de definir o tamanho máximo das imagens é editando o arquivo functions.php adicionando o seguinte comando :

Esse comando sobrescreve as opções definidas no menu. Nesse caso, estamos definindo como 600px a largura máxima de nossas imagens. Se tudo estiver ok no painel de uploads nosso tamanho grande vai aparecer sempre como 600px de largura :

Então um dica simples que ajuda o usuário na hora de subir as imagens e respeitar a largura do tema.

Categorias
Web WordPress

Tutorial Post Thumbnail (imagem destacada)

Um dos recursos do WordPress que todo mundo fica ansioso em aprender é post thumbnail ou Imagem Destacada, este recurso permite adicionar uma imagem vinculada ao post que podemos chamar em qualquer momento de nossa aplicação.

Para habilitar o recurso que apareceu desde as versões 2.9 do WordPress temos que adicionar no nosso arquivo functions.php o seguinte código:

add_theme_support( 'post-thumbnails' );

Agora vamos acessar o painel do WordPress, crie um novo post e adicionar uma imagem destacada. O painel de imagem destacada na versão 3.0 e 3.1 do WordPress, fica no canto inferior direito.

Faça o upload de uma imagem e selecione a opção usar como imagem destacada.

Um dos recursos do WordPress que todo mundo fica ansioso em aprender é Post thumbnail ou Imagem Destacada, este recurso permite adicionar uma imagem vinculada ao post.

Para habilitar o recurso que apareceu desde as versões 2.9 do WordPress temos que adicionar no nosso arquivo functions.php o seguinte código:

Lembre-se caso o post já estiver publicado não esqueça de atualiza-lo. Adicionando a imagem destacada não significa, que a imagem já irá aparecer em seu post. Para a imagem aparecer em seu post é preciso chamar a a template tag the_post_thumbnail() em algum lugar do seu loop, no arquivo da página que vc quer que apareça: index.php, single.php, category.php, search.php… O importante é estar dentro do loop.

Agora vamos aplicar um thumbnail ao nosso tema. no arquivo index.php adicionamos o sequinte código:

<!-- get_header pra chamar o header.php --> <?php get_header(); ?> <div id="container"> <div id="content" role="main"> <!-- em nosso loop vamos exibir apenas título e thumbnail --> <?php while ( have_posts() ) : the_post(); ?> <div class="post"> <h2> <a href="<?php the_permalink() ?>" rel="bookmark"> <?php the_title(); ?> </a> </h2> <div class="entry"> <?php the_post_thumbnail(); ?> </div> </div> <?php endwhile; ?> </div><!-- #content --> </div><!-- #container --> <!-- get_footer pra chamar o footer.php --> <!-- esse tema não tem sidebar chamo apenas o footer --> <?php get_footer(); ?>

No código acima chamamos um thumbnail ou com tamanho original ou com o tamanho padrão caso tenha sido definido no admin. É um loop simple que puxa o título e o thumbnail, existe a possibilidade de definir o tamanho do thumbnail quando carregado passando os seguintes parâmetros:

  • the_post_thumbnail(‘thumbnail’): resolução thumbnail (default 150px x 150px )
  • the_post_thumbnail(‘medium’): resolução média (default 300px x 300px max)
  • the_post_thumbnail(‘large’): resolução alta (default 640px x 640px max)
  • the_post_thumbnail( array(100,100) ): tamanhos personalizados onde passamos um array com os valores de altura e largura.

Como no exemplo abaixo, nesse caso irei utilizar o mesmo código apenas modificando o esquema dentro do loop :

<?php while ( have_posts() ) : the_post(); ?> <div class="content"> <h2> <a href="<?php the_permalink() ?>" rel="bookmark"> <?php the_title(); ?> </a> </h2> <div class="entry"> <?php the_post_thumbnail(array(350,180)); ?> </div> </div> <?php endwhile; ?>

Nesse exemplo chamamos “the_post_thumbnail(array(350,180))” carregamos um thumbnail com 350px de largura e 180px de altura.

Além dessas opções de tamanho podemos registrar tamanhos personalizados de thumbnail, com a função “add_image_size” esta função é adicionada no arquivo functions.php.

A função add_image_size recebe os seguintes parâmetros: add_image_size( ‘nome’, largura, altura , crop : true/false )

Considerando as funções adicionadas anteriormente, agora vamos adicionar um tamanho personalizado “meu-thumb” em nosso arquivo functions.php ele vai ficar da seguinte forma:

<?php add_theme_support( 'post-thumbnails' ); add_image_size( 'meu-thumb', 320, 280, true ); ?>

Resumindo a história adicionamos um novo tamanho com 320px x 280px se a imagem não atender a proporção vai ser cropada(cortada).

Agora vamos chamar um thumb com o tamanho que criamos “meu-thumb”:

<?php get_header(); ?> <div id="container"> <div id="content" role="main"> <?php while ( have_posts() ) : the_post(); ?> <div class="post"> <h2> <a href="<?php the_permalink() ?>" rel="bookmark"><?php the_title(); ?></a> </h2> <div class="entry"><?php the_post_thumbnail('meu-thumb'); ?></div> </div> <?php endwhile; ?> </div><!-- #content --> </div><!-- #container --> <?php get_footer(); ?>

Esse é um dos posts mais antigos do blog, quando fiz esse post o WordPress estava na versão 2.9, agora estamos na versão 5.3 do WordPress

Vou criar uma categoria agora WordPress e fazer um repositório dos meus estudos. Vou finalizando por aqui até o próximo tutorial

Categorias
Web WordPress

Permissões de pastas e arquivos no WordPress

Para quem não conhece controle de permissões, ele especifica quem pode: ler, escrever, modificar e acessar os arquivos em seu site. Essas permissões são divididas em tipos de usuário User(owner), Group e Public(world). Funciona da seguinte forma, os números 777, 666, 755, 604 representam a permissão de cada tipo de usuário, o primeiro digito da esquerda pra direita é referente a permissão do Owner, o segundo digito do Group e o último do Public.

Como podemos ver na imagem abaixo:

Onde esse número de cada grupo é o somatório de três valores

  • r – read – permissão de leitura que tem valor 4
  • w – write – permissão de escrita que tem valor 2
  • x – execute – permissão para executar o arquivo tem valor 1

Então se um grupo tem valor 7(4+2+1 ou r+w+x) ele tem permissão de ler, escrever e executar o arquivo

A maioria dos servidores quando você faz a instalação manual do WordPress precisa alterar as permissões das pastas. Tudo sobre permissões você encontrará aqui: http://codex.wordpress.org/Changing_File_Permissions.

Mas você não está com coragem suficiente para ler tudo no link acima, então aqui vai um resumo:

NUNCA usar permissão 777 pode dar certo mas você pode ter problemas futuramente. Aumenta a chance de ocorrer bugs nas atualizações de plugins e referente a segurança você pode pode ter problemas como roubo de arquivos e ainda possibilidade de você perder seu blog.

WordPress codex : The worst that can happen as a result of using 777 permissions on a folder or even a file, is that if a malicious cracker or entity is able to upload a devious file or modify a current file to execute code, they will have complete control over your blog, including having your database information and password.

Em regra:

  • /wp-content/ , /wp-admin/, /wp-include/ deve atribuir permissões 755 para tal e suas subpastas
  • wp-config.php – modificar permissão para 644
  • .htaccess – 644
  • php.ini – 644
  • php.cgi – 755
  • php5.cgi – 755

Para editar valores de permissão no ftp, no meu exemplo eu vou utilizar o filezilla, selecione o arquivo ou pasta e clique com o direito, como na imagem abaixo:

Quando selecionar o opção para editar a permissão irá mostrar a seguinte tela :

Nessa tela tem a possibilidade de você aplicar a alteração de permissões as subpastas e seus arquivos.

Obs.: Se sua hospedagem é Locaweb “Boa Sorte”(brincadeira). Se for Locaweb o ideal é alterar a permissão no painel de controle da Locaweb mas garantido da permissões dos arquivos serem realmente alteradas.